Pular para o conteúdo principal

Momento da carreira de Eduardo Batista (ex-técnico do Palmeiras)

Olá pessoal, espero que vocês estejam bem!

Semana passada fomos, inclusive eu (torcedor do Palmeiras), surpreendidos com a demissão do técnico Eduardo Batista do comando do time alviverde.

Relembrando os fatos:

Eduardo Batista foi convidado a assumir o comando técnico do Palmeiras, depois do time conquistar o campeonato brasileiro e da saída do então técnico Cuca, por motivos familiares.

O time jogou 23 vezes, disputando 69 pontos (3 pontos por partida), vencendo 14 jogos, empatando 4 jogos e perdendo 5 jogos, contendo 70% de aproveitamento nos jogos disputados.

Resultados comparáveis com os melhores times do mundo (70% de aproveitamento), considerando ainda que estamos falando dos primeiros 4 meses de trabalho do ex-técnico.

Aprofundando um pouco mais, o Palmeiras terminou o campeonato Paulista com a melhor campanha geral, tendo perdido um jogo decisivo para a Ponte Preta, em Campinas, onde o time foi surpreendido e não conseguiu se encontrar em campo.

Recentemente, na Libertadores, perdeu para o George Wilsterman na Bolívia. Mesmo com essa derrota, até o momento o Palmeiras ainda está em primeiro lugar do seu grupo.

As justificativas dadas para a demissão do técnico: houveram momentos de oscilação e instabilidade da equipe. 

Imaginando o momento que o ex-técnico viveu e penso que se surpreendeu com a notícia. 

Cabe agora à revisão das situações e do aprendizado que esse momento trouxe, para balizar os próximos desafios, mantendo a autoestima e a motivação, desenvolvendo atividades que te tragam realizações continuadas.

Viveremos essas situações com cada vez mais frequência no mercado recessivo e competitivo que estamos convivendo. 

Essas decisões de troca constante de profissionais poderão acontecer devido à altíssima exigência por resultados e decisões pessoais quando algum ponto não parecer suficiente para o decisor.

Os riscos serão cada vez maiores e a permanência na função ou na empresa estarão atrelados aos resultados que esses profissionais tragam para a empresa.

As empresas estão colocando seu foco e buscando profissionais que possam trazer esses resultados cada vez mais rápidos, estruturando formas de remuneração variável compensadores quando os resultados sejam alcançados. 

Profissionais podem e devem assumir riscos aceitando posições desafiadoras, entendendo o que se espera no curtíssimo prazo.

Dedique-se aos resultados e trabalhem nas atividades que te recarreguem as baterias e renovem as motivações.

Prepare-se para viver na corda bamba.

Sucesso!

Floro





Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Carreira interna x Carreira externa

Bom dia!
Espero que tudo esteja bem com vocês.

Primeiramente quero discutir um pouco a definição desses conceitos:

Carreira interna: Como você enxerga sua carreira. A carreira vista por você, de uma forma continuada, como você enxerga sua carreira através do seu retrovisor, como foi seu desenvolvimento e crescimento profissional; Agrega-se aqui suas expectativas de carreira para os próximos anos;

Carreira externa: Como a empresa enxerga você, enquanto você faz parte de seu quadro de funcionários; Esta forma de enxergar é momentânea e finita, enquanto fazemos parte da empresa;

Quando falamos em planejamento de carreira, minha visão está direcionada para pensarmos em como estamos evoluindo e onde queremos chegar em nossa trajetória, avaliando e enxergando do ponto de vista de nossa carreira interna.

É interessante que durante o tempo em que estejamos nas empresa, sob a avaliação e expectativa da empresa, possamos estar alinhados com essess objetivos. Isso passa pela incorporação dos obj…

Carreiras promissoras em 2018

5 carreiras promissoras em 2018 Quem quer boas carreiras em 2018 precisa de algo fundamental: ter curiosidade
Comentário Floro: Esta é mais visão interessante de profissões promissoras. Gosto destes estudos pois estamos tendo uma grande quantidade de novas profissões e áreas que estão sendo cada vez mais demandadas. Acho que sempre vale a pena olhar as carreiras promissoras através de diferentes pontos de vista. Aproveitem!   Redação, Administradores.com, 4 de janeiro de 2018, às 13h01

Habilidades e competências que serão tendências em 2030

Olá, Tudo bem com você? Muito bom ter você por aqui no Blogdofloro!
Achei muito interessante a abordagem do artigo abaixo, pois ao invés de colocar o foco nas funções ou nas inovações futuras, que não temos a menor chance de prever com certeza, devido à velocidade em que as evoluções tecnológicas acontecem atualmente e, aparentemente, serão renovadas ainda com mais rapidez nas próximas décadas, o foco da pesquisa e análise está nas habilidades que precisaremos desenvolver para estarmos adequados às demandas, cada vez mais exigentes dos clientes e do mercado.
Coloco meus comentário, na sequencia e interagindo com o artigo, em azul.

Comentário Floro: Também não me preocupo com a data futura em que o artigo se refere, entendo ser alguns anos para frente e, tenho certeza, poderemos sentir os reflexoes muito antes dos 2030.
Aproveitem o artigo e as reflexões e deixem seus comentários:
Abraços! 
Floro

Fonte: Inovações em Educação
As habilidades e profissões que serão tendência em 2030
Estudo feito pel…