Pular para o conteúdo principal

Plano de carreira é uma boa forma de reter profissionais


Olá, tudo bem com você?
Muito interessante esse artigo e tudo o que vier para contribuir na retenção dos bons profissionais, pode fazer a diferença na retomada do mercado, que esperam aconteça em 2018.

Coloco alguns comentários em azul, mostrando minha visão e minha sugestão complementar.

Aproveitem.

Abraços! Floro




Bom plano de carreira é forma de reter colaboradores

 
467

Sua empresa possui um profissional que se destaca e que se esforça para fazer sempre o melhor? Cuidado, ele possui característica de quem quer crescer na carreira, e se não for dada uma atenção especial, rapidamente poderá perdê-lo para o mercado. Por isso é fundamental que sua empresa passe a pensar na implantação de uma política de planos de carreira.
Comentários Floro: A avaliação das pessoas que contribuem fortemente para a solução dos problemas e na busca coerente por resultados, é um dois atributos do líder, que busca a integração e o fortalecimento das equipes. 
“Um bom profissional tem sempre os seus objetivos profissionais bem definidos. Assim, é fundamental que ele tenha perspectivas de aonde pode chegar e quais as regras a atingir. E é isso que um plano de carreira fornece, é uma ferramenta utilizada para que a empresa possibilite o desenvolvimento de pessoas através de estratégias que estabeleçam a melhoria contínua dos processos organizacionais e desenvolvam os colaboradores com capacidade real de assumir atribuições e responsabilidades em níveis crescentes de complexidade”, explica o diretor executivo da Innovia Training & Consulting, Ricardo Barbosa.
Comentários Floro: Incentivar uma visão de futuro, exercita com maior intensidade, o envolvimento maior dos profissionais com os objetivos da empresa.
Essa iniciativa deve partir das corporações; é uma das melhores técnicas de retenção de funcionários, especialmente para os cargos estra­té­gicos em que o recrutamento e a retenção são sempre difíceis.
Comentários Floro: Empresas que têm um plano de cargos e salários bem estruturados, identificando as possíveis trilhas de evolução da carreira, permitem ao profissional visualizar as possibilidades de crescimento. As organizações, através de gestores que querem desenvolver equipes e profissionais, podem elaborar, em conjunto com os profissionais, identificados como diferenciados, o plano de desenvolvimento continuado.
Caso a empresa não tenha essa iniciativa, os/as próprios/as colaboradores/as devem exercitar as possibilidades e avaliarem os caminhos dentro, o fora da empresa.
Pontos do Plano
Alguns pontos são apontados por Ricardo Barbosa como sendo imprescindíveis para que a política de plano de carreira de uma empresa dê certo, dentre as quais se destacam:
> As regras devem estar bem claras e ter constantes revisões para que não sejam algo engessado. Hoje, com a velocidade das mudanças, o plano tem de ser dinâmico e adaptativo.
Comentários Floro: Com as constantes mudanças no mercado e as consequentes adaptações às exigências do mercado, permitem que movimentações das equipes sejam possíveis.
Remuneração fixa + variável podem recompensar conforme os resultados obtidos, contribuindo ainda mais no engajamento de profissionais com as equipes e com a empresa.

> Cabe aos gestores estimular o subordinado a planejar o avanço da carreira, avaliar com realismo os objetivos e necessidades desse desenvolvimento, aconselhá-los na ascensão profissional de acordo com a cultura da empresa e acompanhar a efetiva implementação desse plano de carreira.
> O ideal é incentivar o colaborador a fazer uma avaliação de seus potenciais. Além disso, ter uma avaliação do gestor e solicitar que os seus pares também o avaliem.
Comentários Floro: Uma das maiores contribuições dos gestores na implementação do plano de carreira, está na avaliação conjunta das competências e comportamentos atuais e das competências e comportamentos necessários para que os/as profissionais possam assumir novas funções desafiadoras.

> Para a empresa é importante fazer uma análise da cultura, pesquisa de clima organizacional, desenho de cargos, educação continuada e um plano de desenvolvimento operacional, administrativo e gerencial.
Comentários Floro: A avaliação também precisa considerar a evolução da empresa no curto e no longo prazo, através da abertura de novas oportunidades na própria empresa (local atual) e em novas áreas que possam ser abertas para atender novos mercados.


> Tome nota de todos os dados que considerar relevantes para montar o plano de carreira, e defina alguns dos tópicos mais importantes. Só depois de ter uma boa base de ideias em rascunho deverá começar a avaliar as informações recolhidas.
Comentários Floro: O exercício da leitura do ambiente, interno e externo, pode contribuir e muito na visualização das possíveis alternativas de crescimento da empresa e dos possíveis resultados que podem ser alcançados.

Abraços!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Carreira interna x Carreira externa

Bom dia!
Espero que tudo esteja bem com vocês.

Primeiramente quero discutir um pouco a definição desses conceitos:

Carreira interna: Como você enxerga sua carreira. A carreira vista por você, de uma forma continuada, como você enxerga sua carreira através do seu retrovisor, como foi seu desenvolvimento e crescimento profissional; Agrega-se aqui suas expectativas de carreira para os próximos anos;

Carreira externa: Como a empresa enxerga você, enquanto você faz parte de seu quadro de funcionários; Esta forma de enxergar é momentânea e finita, enquanto fazemos parte da empresa;

Quando falamos em planejamento de carreira, minha visão está direcionada para pensarmos em como estamos evoluindo e onde queremos chegar em nossa trajetória, avaliando e enxergando do ponto de vista de nossa carreira interna.

É interessante que durante o tempo em que estejamos nas empresa, sob a avaliação e expectativa da empresa, possamos estar alinhados com essess objetivos. Isso passa pela incorporação dos obj…

Carreiras promissoras em 2018

5 carreiras promissoras em 2018 Quem quer boas carreiras em 2018 precisa de algo fundamental: ter curiosidade
Comentário Floro: Esta é mais visão interessante de profissões promissoras. Gosto destes estudos pois estamos tendo uma grande quantidade de novas profissões e áreas que estão sendo cada vez mais demandadas. Acho que sempre vale a pena olhar as carreiras promissoras através de diferentes pontos de vista. Aproveitem!   Redação, Administradores.com, 4 de janeiro de 2018, às 13h01

Habilidades e competências que serão tendências em 2030

Olá, Tudo bem com você? Muito bom ter você por aqui no Blogdofloro!
Achei muito interessante a abordagem do artigo abaixo, pois ao invés de colocar o foco nas funções ou nas inovações futuras, que não temos a menor chance de prever com certeza, devido à velocidade em que as evoluções tecnológicas acontecem atualmente e, aparentemente, serão renovadas ainda com mais rapidez nas próximas décadas, o foco da pesquisa e análise está nas habilidades que precisaremos desenvolver para estarmos adequados às demandas, cada vez mais exigentes dos clientes e do mercado.
Coloco meus comentário, na sequencia e interagindo com o artigo, em azul.

Comentário Floro: Também não me preocupo com a data futura em que o artigo se refere, entendo ser alguns anos para frente e, tenho certeza, poderemos sentir os reflexoes muito antes dos 2030.
Aproveitem o artigo e as reflexões e deixem seus comentários:
Abraços! 
Floro

Fonte: Inovações em Educação
As habilidades e profissões que serão tendência em 2030
Estudo feito pel…